Leia todas as notícias

Idiota olímpico!


Esta é a definição para o sueco Ara Abrahamian, que, no pódio da luta greco-romana, atirou ao chão sua medalha de bronze por ter se sentido prejudicado por uma decisão dos juízes, quando derrotado por um italiano pelo placar de 3 a 2.

O que seu nome tem de complicado, sua personalidade tem de explosiva. Fora da briga pelo ouro, ele parece ter se endiabrado ao vencer fácil um francês e ficar com a terceira colocação.

A medalha abandonada foi devolvida à organização dos Jogos, que decidiu puni-lo pelo ato anti-desportivo. O valentão teve de ser contido por companheiros de equipe. Além dele, seu técnico, Leo Myllari, insultou os árbitros, chamando-os de corruptos.

E como o italiano Minguzzi, que derrotou o descontrolado nas semifinais, não tinha nada a ver com a suposta influência da arbitragem, acabou por vencer mais uma, desta vez na grande decisão, ficando com o ouro. Depois da ‘baderna’, o sueco revelou que vai abandonar o esporte. Para ele, só o ouro tinha importância. Que modéstia!



Por: Bruno Teixeira Soriano - repórter da Gazetaweb

 

 
Todos os Direitos Reservados © 2007 Diretora do Stand de Tiro do Fluminense Angelamaria Lachtermacher